Mais uma opção para os gols

Últimos tentos do time comandado por Cuca têm saído em arremates de média e longa distância

iG Minas Gerais | Ana Paula Moreira |

Bruno Cantini
Sucesso. Recentemente, Jô foi feliz contra a Ponte Preta marcando dois gols em chutes de fora da área
O Atlético achou uma nova forma de chegar ao gol dos adversários. Jogadas rápidas com qualidade no toque de bola eram a arma atleticana para ter um ataque forte. Mas o esquema do clube alvinegro ficou evidenciado e os rivais passaram a marcar bem os jogadores de velocidade. A saída para balançar as redes, agora, está nos chutes de fora da área. Assim, quando a defesa do Botafogo, adversário de hoje, às 18h30, no Maracanã, der espaço, os jogadores atleticanos devem arriscar chutes da intermediária em direção ao gol.   Dos últimos cinco gols do Atlético no Brasileirão, quatro foram marcados com finalizações de fora da área. Já foram dez gols assim no Brasileirão e 16 em toda temporada. E, se antes o craque Ronaldinho Gaúcho era o principal batedor do Atlético, os outros jogadores estão suprindo sua ausência. Os jogadores Neto Berola, Marcos Rocha, Jô, Fernandinho e Lucas Cândido balançaram as redes com chutes de fora da área. Para o goleador Jô, a confiança para arriscar os chutes da intermediária vem do tempo de treino. “É o que a gente fala, se tem tempo para treinar, as coisas acabam fluindo. A gente começou a fazer gols de fora da área, até eu mesmo fiz gol de falta, que comecei a treinar. Tudo isso é treinamento. A gente está tendo tempo e, por isso, as coisas estão saindo bem. No futebol é assim, se não chutar, não entra”, explicou o atacante Jô”. O técnico Cuca também ressalta a mudança de comportamento dos jogadores. Ele comemora a repetição em campo do que vem fazendo o treino. “É bom porque há um tempo atrás muito se falava que a gente não fazia gols de fora da área e não chutava. São momentos do futebol. Hoje está encaixando melhor. Estamos chutando de fora da área, Fernandinho fez gol assim, Lucas também fez gol de fora da área”, comenta o treinador. Contra o Botafogo, que foi eliminado da Copa do Brasil na última quarta-feira pelo rival Flamengo, Cuca espera um duelo complicado, que pode ser superado com chutes de fora da área. “Lógico que um jogo muito marcado, com redução de espaço, tem que ter um arremate de fora da área. A gente está trabalhando bem isso também nos treinamentos”, destacou o comandante.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave