As obras máximas do rei

Em processo de revitalização, região está ligada às grandes descobertas marítimas

iG Minas Gerais | Paulo Campos |

Associação Turismo de Lisboa/Divulgação
Museus Nacional dos Coches é o mais visitado do país
O bairro de Belém está diretamente ligado aos grandes descobrimentos. Desde 2006, o governo desenvolve um projeto de revitalização do bairro chamado “Belém Redescoberta”, que incluiu, até agora, a construção do novo Museu Nacional dos Coches e do Centro Cultural de Belém. Belém tem três marcos dos feitos náuticos: o Mosteiro dos Jerônimos, obra máxima da arquitetura manuelina, a Torre de Belém, cartão-postal da capital portuguesa, e o Padrão dos Descobrimentos, erguido em 1960 para ser pavilhão em uma feira. O bairro, com suas casas clássicas e ajardinadas, hoje o preferido dos novos ricos, é perfeito para prazerosas caminhadas. Comece pelo Museu Nacional dos Coches, que reúne um magnífico acervo de carruagens de madeira talhadas pintadas a ouro, utilizadas pelos nobres. Entre elas, três coches de 1716 para o embaixador de Portugal em Roma, o Marquês de Abrantes, obras-primas do barroco. Do outro lado da avenida, o arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha projetou o novo museu, um prédio de linhas modernas que parece estar suspenso no ar. Outra obra que causou polêmica, em formato de caixote, é o Centro Cultural de Belém, onde hoje fica o Museu Berardo, uma variada coleção de arte contemporânea e figurativa reunida pelo milionário português José Berardo. Na época de sua viagem, confira no site www.ccb.pt a programação de teatro, cinema, balé e jazz para poder apreciar, por exemplo, a apresentação de clássicos pela Orquestra Metropolitana de Lisboa. Obra manuelina Mais à frente, o Mosteiro dos Jerônimos é um panteão construído pelo rei dom Manoel para a família real. Ali funcionam também os museus Marítimo e Arqueológico. Os dois últimos atrativos a serem visitados são significativos para os brasileiros: a Torre de Belém (suba a estreita escada até o topo para tirar fotos) e o Padrão dos Descobrimentos (o divertido é ver os turistas se debruçando diante da imensa Rosa dos Ventos desenhada no solo para apontar todos os descobrimentos, da América do Sul à Ásia).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave