Homem é executado em frente à um posto de saúde

Segundo a polícia, antes de ser morto, a vítima, Sávio Vieira Gomes, teria sofrido outras duas tentativas de assassinato

iG Minas Gerais | Lisley Alvarenga |

Moisés Silva
Vítima foi executada com nove perfurações pelo corpo
Um homem de 32 anos foi morto em plena luz do dia, em frente à um posto de saúde, no bairro Alvorada, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime chocou os moradores da região. Segundo o sargento Denisio, da Cia. 177 do 33º Batalhão da Polícia Militar, antes de ser executado, a vítima, o servente de pedreiro Sávio Vieira Gomes sofreu outras duas tentativas de homicídio. “Populares nos relataram que há cerca de um ano ele teria levado nove tiros dentro de um bar, que fica a 50 metros de onde ele foi morto. A outra ocasião em que ele também sofreu uma tentativa de assassinato aconteceu há cerca de quatro anos”, contou Denisio. Agora, minutos antes do crime, Gomes estava sentado na calçada em frente à esse mesmo bar, quando teria descido a rua e sido alvejado no momento em que passava na frente da unidade de saúde. Ele teve nove perfurações por todo o corpo e morreu na hora. Familiares contaram para a polícia que ele era usuário de drogas e, por isso, a suspeita é que ele tenha sido assassinado por causa de alguma dívida com o tráfico. O líder comunitário do bairro, Joanir Martins Coelho, afirmou que, apesar de o homicídio ter assustado os moradores, essa é a nona vez que uma pessoa é morta na região, em apenas um ano. “Já solicitamos mais policiamento, mas nada foi feito e as mortes continuam”. Outro homicídio. Já na noite de anteontem, no bairro Imbiruçu, outro homem foi executado no meio da rua. Roberto Carlos Brito Dias Filho, de 21 anos, foi achado pela polícia com sete perfurações na cabeça. Em ambos os homicídios, não há suspeita de quem cometeu os crimes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave