Neymar encara hoje seu primeiro duelo ante o Real

Partida pela décima rodada do Espanhol é um dos maiores, se não o maior, duelo mundial entre clubes

iG Minas Gerais |

MANU FERNANDEZ/AP PHOTO – 3.6.2013
Expectativa. Neymar foi apresentado em junho e deve estar muito ansioso para pegar o Real
Aos 21 anos, Neymar tem jogos importantes no currículo, como decisões de Taça Libertadores, Mundial de Clubes, Supercopa da Espanha e Copa das Confederações. Hoje, um novo capítulo começará a ser escrito na sua carreira. Ele participará pela primeira vez de uma das partidas que mais chamam a atenção no planeta: Barcelona e Real Madrid, às 14h, pelo Espanhol, em Barcelona. Barcelona, Espanha.   Além da responsabilidade de ser um dos protagonistas do confronto, o camisa 11 defende um retrospecto ligeiramente favorável em clássicos diante de rivais, da época que defendia o Santos: em 42 confrontos, ganhou mais do que perdeu, embora a vantagem seja mínima. Contra Corinthians, Palmeiras e São Paulo, saiu de campo 17 vezes com a vitória. Mas lamentou 16 derrotas – foram nove empates. Em termos de participação individual, fez 20 gols, uma média de quase uma bola na rede a cada dois jogos. Sua estreia em clássicos foi no dia 22 de março de 2009. Entrou aos 12 min do segundo tempo na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians. Questionado em entrevista ao site oficial do Barcelona sobre quais dos confrontos contra rivais foi mais especial, Neymar citou três. O primeiro foi a semifinal do Paulistão de 2009, contra o Palmeiras, vencida pelo Santos por 2 a 1, com direito a um gol seu, que na época tinha apenas 17 anos e estava iniciando sua trajetória de sucesso na equipe paulista. “Era uma semifinal, e ganhamos o jogo. Tive uma atuação muito boa”, ressaltou. Outro clássico lembrado por Neymar foi a derrota para o Corinthians por 3 a 1, no primeiro jogo da final do mesmo campeonato. Neymar não marcou, mas teve boa atuação. “Contra o Corinthians, foi minha primeira final, que infelizmente a gente perdeu”. Por fim, o hat-trick marcado diante do São Paulo na semifinal do Paulista de 2012 também mereceu espaço na memória do atleta. Neymar brilhou ao marcar todos os gols no 3 a 1 .

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave