Pesquisadores canadenses sugerem pagar US$ 10 mil para doador de rim

Cientistas afirmam que medida resultaria em economia de US$ 340

iG Minas Gerais | Da redação |

SÉRGIO CASTRO/ ESTADÃO CONTEÚDo/ 03.06.2010
Aumento no número de transplantes em 10% traria uma economia de US$ 1.640
Estudo feito por cientistas canadenses sugere o pagamento de US$ 10 mil para pessoas que quiserem doar o rim. Eles alegam que o investimento valeria a pena, ainda que resultasse em aumento de apenas 5% no número de doadores. A pesquisa descreve que a medida teria menos custos e seria mais eficaz do que o sistema atual de doação de órgãos. O estudo aparece na mais recente edição da revista científica “Clinical Journal of the American Society of Nephrology” (CJASN, na sigla em inglês). Segundo o modelo proposto pelos pesquisadores, uma estratégia que já resultasse no aumento de apenas 5% dos transplantes de rim (uma estimativa conservadora, destacam) através do pagamento a doadores resultaria em economia de US$ 340 e ganho de 0.11 anos de vida com qualidade em comparação com o atual modelo de doação de órgãos. O aumento no número de transplantes em 10% ou 20% se transformaria em uma economia de US$ 1.640 e US$ 4.030 e 0.21 e 0.39 anos de vida, respectivamente.Os cientistas sugerem a adoção dessa estratégia para a doação de rins, porém, ela também poderia ser aplicada para outros órgãos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave