Gastos de turistas no exterior voltam a bater recordes

Despesas em outros países somaram US$ 2,168 bi no mês

iG Minas Gerais |

John Minchillo
Na fila. Pessoas comprando em Nova York
Brasília. Ao contrário do que esperava o Banco Central, os gastos de brasileiros com viagens a outros países continuam batendo recordes, mesmo com o dólar mais caro. As despesas de turistas no exterior somaram US$ 2,168 bilhões em setembro, maior valor para o mês. O gasto acumulado no ano também é o maior já registrado no período: US$ 18,937 bilhões.   Os números surpreenderam o BC, que esperava um arrefecimento nesses gastos, reconheceu o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel. “Essa despesa tem crescido de uma forma consistente há bastante tempo. Havia expectativa de que pudesse mostrar uma moderação, mas de fato não ocorreu”, disse. Na sua avaliação, o crescimento das viagens ao exterior refletem o aumento da renda da população. Questionado se não era também consequência dos preços altos no Brasil, disse apenas que os brasileiros podem estar aproveitando promoções de viagens em países que estão com sua economia fraca, como Europa e Estados Unidos. Déficit na conta. Ele afirmou que essa conta explica o aumento de 31% do déficit na conta de serviços na comparação entre setembro de 2012 e de 2013. A conta de viagens internacionais registrou um déficit de US$ 1,663 bilhão em setembro. O saldo negativo foi maior do que o visto em setembro de 2012, de US$ 1,262 bilhão, e é resultado do volume de despesas pagas por brasileiros no exterior (US$ 2,168 bilhões) acima das receitas obtidas com turistas estrangeiros em passeio pelo Brasil (US$ 505 milhões). Dados parciais até dia 23 de outubro mostram déficit com viagens internacionais de US$ 1,328 bilhão. Para o fechamento do mês, Maciel projeta um resultado negativo em torno de US$ 1,8 bilhão. No acumulado do ano, o déficit da conta de viagens soma US$ 13,896 bilhões ante US$ 11,338 bilhões vistos em igual período de 2012. Na mesma comparação, os gastos no exterior subiram de US$ 16,339 bilhões para US$ 18,937 bilhões.   Fatia do cartão de crédito cai Brasília. Os brasileiros estão fazendo menos compras com cartão de crédito no exterior: em setembro a participação do cartão nos gastos das viagens internacionais ficou em 44,4%. Em 2011, quando o governo aumentou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas compras com cartão para 6,38%, essa fatia estava em 65%. Para Tulio Maciel, os brasileiros estão “contornando” o IOF ao reduzir as compras com cartão. Também estão evitando comprar no cartão para não ter “surpresas” com a fatura, por causa das oscilações da cotação do dólar. Os números do Banco Central Setembro: - Despesas de turistas no exterior somaram US$ 2,168 bilhões, recorde no mês. - A conta de viagens internacionais registrou um déficit de US$ 1,663 bilhão - O saldo negativo é resultado do volume de despesas pagas por brasileiros no exterior maior que das receitas obtidas com turistas estrangeiros em passeio pelo Brasil (US$ 505 milhões) Acumulado no ano: - O gasto é de US$ 18,937 bilhões, outro recorde - Déficit da conta de viagens soma US$ 13,896 bilhões

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave