Capital mineira inspira jogadora no seu tempo livre

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

A cidade de Belo Horizonte, com seu clima agradável e sua gente acolhedora, faz com que Lynda Morales se sinta cada vez mais em casa. “As pessoas são ótimas e fiquei feliz com as praças e parques da cidade, que são uma ótima opção de passatempo. Gosto muito de passear por esses locais, parar um pouco para contemplar o que acontece ao redor e descansar. Tento usar tudo isso para me inspirar, para ler e escrever”, admite a central.   Perguntada sobre o que gosta de relatar em seus cadernos, ela afirma que gosta de escrever sobre coisas do cotidiano e também dos aspectos profissionais, como fatores que o time pode melhorar dentro de quadra de vôlei. Tímida, ela diz que, pelo menos por enquanto, não gostaria de publicar seus manuscritos. Quem sabe, um dia. Suas redações podem até se esconder, mas a beleza, essa não há como passar despercebida, tanto para torcedores como para quem tenha a chance de acompanhar de perto o talento que ela demonstra em cada jogada. Na liga porto-riquenha, onde Morales estava atuando antes de vir ao Minas Tênis Clube, a sequência de jogos era parecida com a brasileira, com duas a três partidas por semana, fazendo do aspecto físico algo importante para bons resultados. Falando bem o inglês e o espanhol - preferindo sua língua de origem para se comunicar - ela ainda engatinha no português, mas consegue se comunicar com facilidade. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave