Números de celulares do RJ e ES terão um dígito a mais a partir deste domingo

O dígito 9 deve ser incluído antes dos números que têm DDD 21, 22 e 24, no Rio, e 27 e 28, no Espírito Santo

iG Minas Gerais | Da Redação |

Os números de telefone celular do Rio de Janeiro e do Espírito Santo terão um dígito a mais a partir de amanhã (27). O dígito 9 deve ser incluído antes dos números que têm DDD 21, 22 e 24, no Rio, e 27 e 28, no Espírito Santo. O coordenador de numeração da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Afonso Feijó, explica que foi feita “uma grande campanha” para informar todos os usuários sobre a mudança. “Tem um programa extenso de publicação de notícias, comunicados nos jornais de grande circulação, nas redes sociais, todo o trabalho foi feito. Fora os SMS - serviços de mensagens curtas disponíveis nos celulares - em ondas, cada semana uma operadora faz os envios, está todo mundo avisado. O pessoal de outros estados também recebeu SMS, as grandes empresas que têm PABX - troca automática de ramais privados - que precisa ser modificado e tem contrato com as empresas foram avisadas diretamente por carta e por telefonema”. De acordo com Feijó até o dia 5 de novembro as chamadas feitas com oito dígitos serão completadas, mas a partir de 6 de novembro até 3 de fevereiro de 2014 será ouvida uma mensagem sobre a inclusão do nono dígito e a chamada pode não ser completada. “Depois do dia D, que é domingo, tem uma nova onda de comunicações, um reforço que foi programado justamente para alertar as pessoas que não tenham visto. Nos primeiros dez dias as redes vão permitir ligações com nove e com oito dígitos, para os ajustes finos da rede e dar um tempo para os usuários alterarem e atualizarem suas agendas dos celulares. Depois dos dez dias, ele passa a receber uma mensagem informando que deve colocar o nove antes de discar”. A partir de fevereiro, os números com oito dígitos serão considerados inexistentes. Número de telefones fixos e conexões diretas via rádio não serão afetados pela mudança. A Anatel informou que o nono dígito será implementado em todo o país até o fim de 2016. A mudança nos estados do Amazonas, do Pará, de Roraima, do Amapá e do Maranhão será até dezembro de 2014. Em Minas Gerais, na Bahia, no Piauí, no Ceará, no Rio Grande do Norte, na Paraíba, em Pernambuco, em Alagoas e em Sergipe acrescentam o 9 até dezembro de 2015. A última etapa da padronização nacional, prevista para acontecer até dezembro de 2016, abrangerá os estados das regiões Sul e Centro-Oeste, além do Tocantins, de Rondônia e do Acre. O DDD 11, da cidade de São Paulo, passou pela mudança em julho do ano passado e em 25 de agosto foi a vez dos demais DDDs do estado - 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19. O objetivo da mudança é ampliar a disponibilidade de acessos de telefonia móvel, que passa de 38 milhões para 90 milhões de números em cada área de DDD. Atualmente, o Rio de Janeiro tem 23,9 milhões acessos de telefonia móvel, sendo 18,6 milhões no código 21, 3 milhões no 22 e 2,3 milhões no 24. No Espírito Santo, são 3,8 milhões no DDD 27 e 690 mil no 28. Para os usuários de smartphones, já existem aplicativos gratuitos que fazem automaticamente a atualização da agenda de contatos acrescentando o dígito 9, tanto para os sistemas operacionais iOS e Android como para o Windows Phone. Agência Brasil

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave