Rússia será a adversária do Brasil nas oitavas do Mundial sub-17

Até agora, seleção tem 100% de aproveitamento no torneiol, com vitórias sobre Eslováquia (6 a 1), Emirados Árabes Unidos (6 a 1) e Honduras (3 a 0)

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

CBF/Divulgação
Seleção brasileira quer manter invencibilidade no torneio internacional
O Brasil conheceu nesta sexta-feira o seu adversário nas oitavas de final do Mundial Sub-17, após o encerramento da primeira fase do campeonato. Assim, a seleção brasileira enfrentará a Rússia, atual campeã europeia, no confronto marcado para acontecer na segunda-feira, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos. A seleção brasileira fechou a participação na primeira fase na última quarta-feira, mas ainda dependia do encerramento dos outros grupos para conhecer seu adversário. Até agora, o Brasil tem 100% de aproveitamento no Mundial, com vitórias sobre Eslováquia (6 a 1), Emirados Árabes Unidos (6 a 1) e Honduras (3 a 0). A Rússia avançou como uma das quatro melhores terceiras colocadas entre as seis chaves do Mundial, após ficar em terceiro lugar no Grupo D. Na primeira fase, a seleção russa somou duas derrotas, para Japão e Tunísia, ambas por 1 a 0, e uma única vitória, diante da Venezuela, por 4 a 0. Assim, conseguiu a vaga. "Sabemos que a Rússia é a campeã europeia. Será um jogo difícil, mas Mundial é assim mesmo. Daqui para frente só vai ter pedreira. Temos que continuar com a mesma postura: pés no chão, união e comprometimento", avaliou o volante Thiago Maia, um dos jogadores do time comandado pelo técnico Alexandre Gallo. Além de Brasil x Rússia, os outros confrontos das oitavas de final do Mundial Sub-17 também já estão definidos: Itália x México, Japão x Suécia, Honduras x Usbequistão, Uruguai x Eslováquia, Marrocos x Costa do Marfim, Argentina x Tunísia e Nigéria x Irã. Serão quatro jogos na segunda-feira e outros quatro na terça.