Audiência é adiada por tribunal e GP da Índia acontecerá

Superior Tribunal da Índia adiou uma audiência para tratar sobre um impasse fiscal que envolve a corrida, fato que garante a realização da prova

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O GP da Índia acontecerá normalmente neste domingo no circuito de Buddh, como previsto anteriormente. Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal da Índia adiou uma audiência para tratar sobre um impasse fiscal que envolve a corrida, garantindo a realização da prova neste fim de semana. A Suprema Corte concordou em avaliar o caso após uma petição pública pleitear que a corrida não fosse realizada porque os organizadores não pagaram o imposto de entretenimento em relação aos eventos dos anos anteriores. Mas o caso não foi avaliado pelo tribunal nesta sexta, o que também não ocorrerá no fim de semana, pois a corte não trabalha aos sábados e domingos. O imposto de entretenimento, que geralmente recai sobre grandes eventos geradores de receita de entretenimento, havia sido liberado de pagamento antes da primeira edição do GP da Índia, em 2011. Porém, um tribunal ordenou na semana passada que os organizadores paguem o imposto no valor de cerca de US$ 4 milhões (aproximadamente R$ 8,8 milhões) por ano. Nesta sexta, o alemão Sebastian Vettel foi o mais rápido nos treinos livres para o GP da Índia. A prova deste domingo pode marcar a conquista do tetracampeonato mundial por ele. Para isso o piloto da Red Bull precisará terminar a prova apenas na quinta colocação. Os pilotos voltam à pista às 3h30 de sábado (horário de Brasília) para o terceiro treino livre. A sessão de classificação começa às 6h30 deste sábado. Já a corrida está marcada para as 7h30 de domingo.

Leia tudo sobre: formula 1f-1automobilismoesportegp da india