Dupla Bruno Schmidt/Pedro Solberg perde e fica longe do título

Brasileiros caíram nas oitavas de final do Grand Slam de Xiamen e perderam a chance de liderar o ranking do circuito mundial

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Divulgação / FIVB
Bruno Schmidt e Pedro Solberg estão na liderança do grupo B, na Suíça
Bruno Schmidt e Pedro Solberg tiveram nesta sexta-feira, na China, a chance de assumir a liderança do ranking do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Com a derrota dos letões Samoilovs e Smedins nas oitavas de final do Grand Slam de Xiamen, bastaria aos brasileiros chegar à final para pular para a ponta do ranking. Mas, logo em seguida, Bruno e Pedro também foram eliminados nas oitavas. Os brasileiros não resistiram aos norte-americanos Gibb e Patterson, num jogo de três sets, parciais de 13/21, 21/16 e 16/14. Assim, a distância para os letões segue sendo de 250 pontos a uma etapa de Open do fim da temporada. Em Durban (África do Sul), na segunda semana de dezembro, os brasileiros precisam ser campeões e torcer para que os rivais caiam antes das quartas de final. Isso num torneio que tem tudo para ser esvaziado: com premiação menor, na África, no fim da temporada. Na China, o Brasil só avançou com uma dupla à semifinal da chave masculina. Alison e Vitor Felipe conseguiram o melhor resultado deles jogando juntos e venceram dois jogos nesta sexta. Primeiro superaram os chineses Cheng Chen e Cong Yang por 2 a 0, parciais de 21/17 e 21/13 e em seguida vingaram Bruno e Pedro, vencendo Gibb e Patterson em 2 a 1 (11/21, 23/21 e 15/11. Alison e Vitor Felipe foram separados de Emanuel e Evandro, respectivamente, para os Grand Slam de Moscou e Pequim, entre agosto e setembro. Mas a competição na China foi cancelada e o que era para ser um Open apenas para mulheres em Xiamen acabou virando um Grand Slam para os dois naipes. A lista de inscrições do Grand Slam de Pequim, porém, foi mantida. Assim, Emanuel jogou em Xiamen com Evandro. Os brasileiros nesta sexta venceram Wu Jiaxin e Li, da China, por 2 a 0 (21/16 e 21/18), superaram também os compatriotas Ricardo e Álvaro Filho nas oitavas, com uma vitória por 2 a 1, de virada (13/21, 21/14 e 18/16), mas sucumbiram diante de Lupo e Nicolai, perdendo por 2 a 0, parciais de 21/15 e 21/16. Agora, nas semifinais, vai caber a Alison e Vitor Felipe vencer os italianos e vingar a derrota de Emanuel e Evandro, com quem jogam o Circuito Brasileiro. Na outra chave, duelo holandês entre Brouwer/Meeuwsen e Stiekema/Varenhorst. Tanto as semifinais quanto a final serão neste sábado.