Botafogo luta para evitar que trauma de 2007 volte a se repetir

Na ocasião, equipe alvinegra foi eliminada pelo River Plate na Copa Sul-Americana e perdeu quatro jogos seguidos, deixando escapar a vaga na Libertadores

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

FABIO CASTRO / BOTAFOGO
undefined
A preocupação dos botafoguenses após a derrota por 4 a 0 para o Flamengo, na noite de quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil, é evitar uma queda de confiança e energia para a sequência do Brasileirão. Cenário semelhante foi visto em 2007, quando o Botafogo foi eliminado pelo River Plate na Copa Sul-Americana e perdeu quatro jogos seguidos no campeonato nacional, deixando escapar a vaga na Libertadores. O temor se renova agora. No entanto, a crença é de que este grupo é mais qualificado e experiente, com capacidade para dar a volta por cima e continuar na faixa de classificação para a Libertadores do ano que vem - o Botafogo está em quarto lugar no Brasileirão. No vestiário depois da goleada, o presidente do clube, Maurício Assumpção, abandonou cobranças e buscou o incentivo. Destacou a hombridade do elenco, se disse orgulhoso do esforço de todos e avisou que confiava na conquista da vaga na Libertadores. Na reapresentação, nesta quinta-feira, no Engenhão, apenas os reservas treinaram. O tempo de recuperação é pequeno. Já neste sábado, o Botafogo recebe o Atlético-MG, no Maracanã, e precisa de uma vitória para evitar a aproximação do Goiás na luta pelo G4. O volante Gabriel, lesionado há quase um mês, treinou sem restrições e pode retornar ao time.