Parceria para construção de viaduto é firmada entre prefeitura e shopping

Monte Carmo e governo vão dividir os custos da obra de R$ 10 milhões

iG Minas Gerais | José Augusto |

Previsão. Monte Carmo deve ser inaugurado em abril de 2014
A Prefeitura de Betim e os empreendedores do Monte Carmo Shopping firmaram uma parceria para a construção de um viaduto que ligará as ruas São Paulo e Inconfidentes, próximo ao empreendimento. O acordo foi feito em reunião ocorrida no último dia 15, que contou com a presença de Luiz Constantino, um dos empreendedores do mall.No encontro, ficou definido que prefeitura e shopping vão dividir o custo da obra, avaliada em R$ 10 milhões. “Entretanto, como o projeto ainda não ficou pronto, não foi definida a divisão exata dos valores que prefeitura e shopping vão investir. De qualquer maneira, contar com a parceria do Monte Carmo será de extrema importância, uma vez que a obra ira beneficiar tanto o centro de compras como os moradores da região”, disse o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Fabrício Freire.O viaduto passará sobre a avenida Marco Túlio Isaac, próximo ao Centro de Especialidades Divino Braga, ligando os bairros Chácaras e Jardim Brasília, fazendo com que o trânsito na região melhore. A previsão é que o projeto, que será feito pelo Instituto de Pesquisas e Política Urbana de Betim (Ippub), seja concluído em novembro. “Será uma obra de rápida execução, com duração de seis meses, porque será pré-moldada”, completou Freire. Além disso, de acordo com o secretário, o recapeamento da avenida Marco Túlio e a construção de uma outra via, que ligará a rua São Paulo à avenida Edmeia Matos Lazzarotti, contornando o parque Felisberto Neves, também serão realizadas. “Essas duas obras não serão feitas em parceria com o shopping”, disse.A assessoria do Monte Carmo Shopping confirmou o acordo. “Foi formada uma equipe multidisciplinar para estudar propostas de melhorias para o entorno do empreendimento. Benfeitorias estas que tem como objetivo otimizar ainda mais o acesso viário da região. Os projetos ainda estão em fase de estudos e só após estas definições poderemos informar detalhes da proposta como valores e prazo de execução”, informou em nota.Os empreendedores não temem ser prejudicados na inauguração, mesmo sem a conclusão das obras de acesso. “Podemos afirmar que o início das operações não será prejudicado pela infraestrutura atual, que atenderá perfeitamente os clientes do Monte Carmo”, finalizou a nota.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave