PSDB negocia ainda com PMDB e PSB, diz Pestana

negociações continuam para construir um forte palanque em Minas em 2014

iG Minas Gerais | Da Redação |

Moisés Silva
Pimenta da Veiga, Pestana e Carlaile pregaram união do partido para as eleições de 2014
Betim sediou na quinta-feira (24), o 2º Encontro Nacional do PSDB Sindical, que contou com a participação de lideranças tucanas importantes, como o presidente estadual do partido, o deputado federal Marcus Pestana, e Pimenta da Veiga, cotado para ser o candidato tucano a governador em 2014. Em entrevista concedida depois do evento, Pestana afirmou que o PSDB mantém negociações com outros partidos, inclusive com o PMDB e com o PSD, que hoje integram a base aliada da presidente Dilma Rousseff (PT), com o objetivo de  tentar construir uma forte união em Minas para disputar as eleições. Segundo ele, as negociações incluem o PSB, partido do governador Eduardo Campos, que se aliou, recentemente, com Marina Silva. “Precisamos construir um forte palanque em Minas e, para isso, precisamos de unidade. Estamos conversando com o PSB e acho que ele tem tudo para estar com a gente. Temos outros parceiros importantes, até mesmo uma interlocução com o PMDB. Nós queremos fortalecer uma proposta muito sólida, consistente e ousada para o futuro de Minas, alavancada pela candidatura de Aécio (Neves) a presidência”, afirmou. De acordo com Pestana, ele e Pimenta têm um almoço agendado com lideranças do PSD na terça (29), em Brasília. “Pelo PSB, conversei com Alexandre Kalil na segunda (21) e, na quarta (23), com o Júlio Delgado. Estamos avançando, e tudo indica que há uma grande chance de estarmos juntos (em Minas)”. O encontro, que ainda contou com a presença do prefeito Carlaile Pedrosa, foi marcado pelo tom eleitoral e mostrou que o PSDB quer estar mais próximo dos sindicatos e da classe trabalhadora. Representantes de três centrais sindicais e de 23 Estados participaram.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave