Menor vai assaltar, mas acaba morto

Polícia ainda não sabe quem matou adolescente; número de homicídios cresceu 72% em outubro

iG Minas Gerais | JOSÉ AUGUSTO |

Moisés Silva
Morte de menor dentro de loja atraiu dezenas de curiosos
A morte de um menor de 15 anos na última terça-feira (22) ainda permanece um mistério para a polícia. Ele foi morto enquanto assaltava, juntamente com um comparsa, uma loja no bairro Espírito Santo. O adolescente levou dois tiros. “Durante o ato, segundo relatos de testemunhas, uma terceira pessoa teria entrado no local e atirado contra o jovem”, disse o soldado Barros, da 188ª Companhia de Polícia Militar. Segundo o proprietário da loja, Moacir de Oliveira, o crime foi rápido. “Eu estava mexendo no caixa e a minha esposa também estava na loja. Nesse momento, chegaram dois rapazes armados e colocaram os revólveres nas nossas cabeças, pedindo para que passássemos o dinheiro. Eu estava entregando o dinheiro quando ouvi um barulho de tiro e depois o menino caído”, contou. O comparsa, que estava com o menor na hora do crime, ainda não foi localizado. De acordo com a Delegacia de Homicídios, a polícia ainda não tem pistas sobre quem é o assassino do crime. “Uma das suspeitas é a de que alguém que estava perto do local do crime viu o assalto, teve uma reação imediata e atirou contra o adolescente. Mas ainda vamos investigar essa hipótese”, informou um policial. Mais um Na noite desta quarta (23), Aguinaldo Rocha, de 50 anos, foi morto com vários tiros no bairro Chácaras Reunidas Guaraciaba. Segundo a PM, testemunhas relataram que dois homens chegaram em um carro preto e atiraram contra a vítima. O motivo e a autoria do crime são desconhecidas. Neste mês, 19 pessoas já foram mortas em Betim, número 72% maior do que o registrado em todo o mês de outubro de 2012, quando foram 11 assassinatos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave