Motociclista abusa sexualmente de cinco estudantes e causa pânico na Pampulha

Em apenas um dia, cinco casos foram registrados perto de uma escola particular; homem ainda não foi localizado e pais estão preocupados com a integridade das filhas

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Os pais de alunas que estudam em uma escola particular no bairro Dona Clara, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, estão preocupados com a presença de uma motociclista próximo ao instituto de educação. O homem está abordando garotas de 11 a 17 anos e passando a mão em suas partes íntimas. Nessa quarta-feira (23), cinco casos foram registrados. A mãe de uma das garotas, que pediu para não ser identificada, contou que o suspeito age sempre da mesmo forma. “Ele aborda as meninas e começa a passar as mãos nelas. Em estado de choque pela situação, as garotas não conseguem ter nenhuma reação”, contou a mulher. Ainda segundo ela, a filha de 17 anos foi abordada por volta de 7h a um quarteirão da escola. o homem desceu da moto, conversou com a menor, mas o conteúdo da conversa ela não contou para a mãe, e começou a acariciá-la. Após o crime, ele fugiu. Os ataques começaram há 40 dias e são realizados principalmente nas praças Santa Catarina Labouré e na Míriam Brandão. “Ele age no início da manhã e da tarde em locais movimentados. Conseguimos identificar a placa, mas ele tampou uma letra e um número”, explicou a mãe. Por imagens das câmeras de segurança de uma empresa, a adolescente reconheceu o motociclista. Ele usa roupas escuras e age em uma moto Dafra de cor preta. As ocorrências foram registradas pela Polícia Militar, mas, até a manhã desta quinta-feira (25), nenhum suspeito havia sido localizado. 

Leia tudo sobre: DONA CLARAABUSOESCOLAMOTOCICLISTA