Mais novas promessas para BH

Dilma Rousseff afirma que voltará, em breve, à capital mineira para anunciar obras para o metrô

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

A presidente Dilma Rousseff (PT) disse, um dia depois de visitar Belo Horizonte pela oitava vez em três meses, que voltará à capital dentro de alguns dias para anunciar obras para o metrô. No entanto, a prefeitura de BH e a assessoria da Presidência da República não souberam informar detalhes sobre o anúncio ou sobre a nova agenda de Dilma na cidade. A presidente voltou a citar que os cinco pactos firmados com o país em meio às manifestações de junho estão sendo “rigorosamente cumpridos”. Na ocasião, Dilma prometeu austeridade fiscal, reforma política e melhorias na saúde, educação e mobilidade urbana. Sobre o último item, a petista garantiu que voltará a Belo Horizonte em breve para completar a promessa, por meio de anúncios para o transporte público. “Daqui a uns dias vou voltar a Belo Horizonte para cumprir esse pacto. Apesar de o governo federal ter investido R$ 90 bilhões em mobilidade urbana desde que eu assumi o mandato, nós fizemos um pacto adicional de R$ 50 bilhões. Minas já recebeu R$ 5,4 bilhões para a mobilidade urbana, fora esse acréscimo, que vai ser utilizado para completar as obras do metrô. Já conversei com o Lacerda sobre isso”, disse referindo-se ao prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), que esteve na agenda da petista na capital. Procurada pela reportagem, a assessoria da Presidência disse, sobre o anúncio prometido por Dilma, que nenhuma “informação foi repassada e que os dados devem estar no ministério responsável”. Já o Executivo municipal informou que vai “aguardar as decisões do governo federal”. Não é a primeira vez que as promessas da presidente não são oficialmente confirmadas. Na visita de Dilma a Minas, em agosto, ela disse que a obras de duplicação da BR-381 e da revitalização do Anel Rodoviário iriam começar em dezembro deste ano. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e o governo de Minas, porém, garantiram que não há como prever o cronograma das intervenções. Briga . Após o PSDB ter dito que Dilma mentiu em BH sobre os dados envolvendo creches, o presidente do PT estadual, Reginaldo Lopes, divulgou, nesta quinta-feira (24), resposta aos rivais.“O governo do PT foi o primeiro a reconhecer o direito à creche e criar uma série de politicas e ações voltadas exclusivamente para as crianças pequenas”, disse Lopes. O PSDB acusou Dilma de ter entregue apenas 120 creches, 2% do prometido. Segundo Lopes, porém, 1.180 creches e pré-escolas já foram construídas. Mantendo distância do ringue político, o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), classificou como rotineiras as viagens de Dilma ao reduto eleitoral do senador Aécio Neves (PSDB). “Não há ofensiva, a presidente está no uso da sua função institucional”. (Com agências)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave