Fim da invencibilidade! Fora de casa, Vivo-Minas é derrotado pelo Brasil-Kirin

Equipe mineira teve atuação muito abaixo do normal e cometeu erros incomuns. Derrota por 3 sets a 0 teve parciais de 29/27, 21/8 e 21/19

iG Minas Gerais | daniel hott |

Alexandre Arruda / CBV
Vivo-Minas teve muitas dificuldades diante da equipe paulista e acabou derrotado
O Vivo-Minas perdeu na noite desta quarta-feira sua invencibilidade na Superliga masculina de vôlei. Fora de casa, a equipe mineira foi derrotada pelo Brasil-Kirin-SP, por 3 sets a 0, com parciais de 29/27, 21/8 e 21/19. O duelo foi realizado no ginásio Taquaral, em Campinas. Antes dessa derrota, ao Minas havia conseguido triunfos sobre Voltaço-RJ e Kappesberg-Canoas-RS. Desta vez, os minastenistas tiveram uma atuação muito abaixo do normal e foram completamente dominados pelos paulistas, sobretudo no segundo set. Agora, o Vivo-Minas busca se reabilitar na competição na próxima quarta-feira, em duelo mineiro diante da UFJF, em Juiz de Fora. Já o Brasil-Kirin só volta a atuar no dia 2 de novembro, contra o Sesi-SP, em São Paulo. O jogo O Minas iniciou o jogo errando além da conta. Apresentando problemas na recepção, a equipe mineira tinha dificuldades para colocar a bola nas mãos de Marcelinho e os ataques eram prejudicados. O Brasil-Kirin soube aproveitar bem os contra-ataques e abiu boa vantagem. Mas os visitantes acordaram, passaram a forçar mais os saques e empataram. O set, que deveria acabar no 21º ponto, se esticou e virou uma batalha emocional. Os adversários alternavam a liderança e desperdiçaram várias oportunidades para fechar a parcial. Melhor para o time de Campinas, que colocou a cabeça no lugar e conseguiu fazer 29/27. O Minas sentiu o golpe e começou o segundo set completamente desligado. Com erros amadores, a equipe permitiu que os paulistas abrissem seis pontos de diferença antes da primeira parada técnica. Com saques bem encaixados, o Brasil Kirin dominava completamente os minastenistas, que estava visivelmente abatida. Os anfitriões não tiveram trabalho para fechar em 21/8. O equilíbrio retornou no terceiro set e o placar ficou bem apertado durante toda a parcial. Apesar disso, a falta de confiança dos minastenistas era visível e a recepção continuava sendo um problema para a equipe. Em alta, o Brasil-Kirin arriscava muito e jogava a pressão para o lado mineiro. No momento decisivo do set, a tranquilidade foi fundamental para os paulistas fecharem em 21/19

Leia tudo sobre: vivo minasbrasil kirinsuperligavolei