Governo de Minas e Secopa exaltam decisão argentina pela Cidade do Galo

Além da seleção albiceleste, Espanha e Itália também querem fixar base em BH; Toca da Raposa II já foi procurada e anúncio pode ser feito nas próximas semans

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Gil Leonardi / Imprensa MG
undefined
Após a confirmação da Cidade do Galo como a base da seleção argentina durante a Copa do Mundo de 2014, as autoridades políticas de Minas Gerais manifestaram sua satisfação por receber os bicampeões do mundo, que chegarão ao estado 20 dias antes do início da competição que reúne as melhores seleções de futebol do planeta. “A seleção argentina é uma das mais tradicionais do mundo e, certamente, uma das favoritas ao título de campeã mundial em 2014. Por isso, sua opção por se hospedar e treinar em Belo Horizonte revela a qualidade da infraestrutura mineira para receber grandes eventos e grandes equipes. Esta decisão nos deixa muito honrados e tenho certeza de que os mineiros saberão receber os irmãos argentinos com a hospitalidade e a cordialidade que lhes são características”, afirmou o governador Antonio Anastasia. A notícia também foi celebrada pelo secretário da Secopa (Secretaria de Estado extraordionário da Copa), Tiago Lacerda, que valorizou a presença de Messi, o melhor jogador de futebol do mundo, em solo mineiro. “É muito gratificante receber uma seleção como a argentina, pois esse fato vai trazer muitos benefícios para Minas Gerais relacionados ao turismo e à promoção internacional do nosso estado, que são uns dos maiores objetivos da Copa na nossa visão. Isso só aumenta nossa responsabilidade.  Será uma honra hospedar o melhor jogador do mundo em nosso estado. Esperamos receber outras seleções, já que contamos com diversas centros de treinamento de alto nível”, afirmou. Agora fica a expectativa quanto à Toca da Raposa II. Nas próximas semanas, o local pode ser anunciado como a base de Espanha ou Itália durante a Copa do Mundo. O centro de treinamentos celeste já recebeu a visita de diversas delegações e está na lista de locais credenciados pela Fifa para recepcionar as seleções classificadas ao Mundial do próximo ano.