Homenagem merecida

Marina Elali resgata canções do avô Zédantas e de seu grande amigo e parceiro Luiz Gonzaga

iG Minas Gerais |

SOM LIVRE/DIVULGAÇAO
undefined
Desde pequenininha, Marina Elali sonhava em homenagear o avô Zédantas – um dos grandes amigos de Luiz Gonzaga. O registro intitulado “Duetos” (Som Livre) acaba de sair do forno e resgata, além da obra do avô, a do Rei do Baião. Em um bate-papo com o Super Notícia , a cantora revela que o projeto ganhou força assim que ela compreendeu a importância do avô no cenário da música brasileira. “Eu tinha uns 7 anos e cantava no coral da escola. A professora de canto levou músicas dele e comecei a entender sua importância. A homenagem aconteceu no momento certo, no ano em que se comemora o centenário de Gonzagão, que era um de seus grandes parceiros na música”, diz. O disco, que ganhou também uma edição em audiovisual, é composto por 18 faixas e, em quase todas as músicas, Marina conta com uma participação ilustre. Entre os convidados estão Ivete Sangalo, Zezé di Camargo e Luciano, Zé Ramalho, Elba Ramalho, dentre outros. “Comecei ligando para aqueles que são mais amigos. Na medida que iam topando, tomava coragem e convidava outros. O mais interessante é que todo mundo topou”. Um dos pontos altos do show é quando Marina interpreta “Acauã”, que conta com um vídeo de Luiz Gonzaga cantando a mesma faixa. “Adeus Saudade” também se destaca no repertório. A canção foi composta por Zédantas e guardada por sua esposa por mais de 50 anos. “Essa é uma faixa que eu ganhei de presente da minha avó. Ela me deu e pediu para cantá-la”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave