Pernambuco na mira da petista

iG Minas Gerais |

RICARDO MALLACO / O TEMPO
Marcio Lacerda, prefeito de Belo Horizonte, foi aliado do PT em 2010
Se Minas foi o principal destino escolhido pela presidente Dilma Rousseff (PT) durante este ano, outro reduto político “inimigo” deve entrar na pauta das agendas oficiais da petista daqui em diante.   A presidente é esperada no mês que vem em Afogados da Ingazeira, no sertão pernambucano, para a inauguração de uma adutora. Essa será a primeira visita ao Estado governado pelo também presidenciável Eduardo Campos (PSB) desde que os socialistas decidiram deixar a base do governo federal.. Dilma esteve, neste ano, por duas vezes, em Pernambuco. Em março, foi à Serra Talhada para inaugurar a primeira etapa do Sistema Adutor do Pajeú. Dois meses mais tarde, o destino escolhido foi Ipojuca, no litoral do Estado, para o início das operações do navio petroleiro Zumbi dos Palmares. Em ambas as ocasiões, Dilma esteve lado a lado com Eduardo Campos e, inclusive, chegaram a trocar elogios. De um modo geral, o Nordeste – onde Dilma pode perder votos por conta da influência de Campos – já entrou na pauta de viagens oficiais da presidente. Somente neste mês, ela foi a Salvador e Vitória da Conquista, na Bahia e, em setembro, a Natal, no Rio Grande do Norte. (LP) Divisão Reduto. Nas eleições de 2010, Campos e Dilma tiveram a mesma votação para governador de Pernambuco e presidente: 3,75 milhões de votos. O dado sugere que o eleitorado gostou da união.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave