Maioria vai usar 13º para pagar dívidas

iG Minas Gerais | Queila Ariadne |

Quase metade da população belo-horizontina tem a renda comprometida com algum tipo de financiamento. Segundo levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BH), 46,15% dos consumidores têm algum tipo de endividamento. O principal é o financiamento de automóvel (19,4%). Em seguida vem a prestação da casa própria (11,21%).   E, como o 13º salário vem aí, muitos já pensam em usar o benefício para quitar dívidas: 41,1% vão usar o recurso extra para o pagamento. Em segundo lugar, 33,05% dos entrevistados afirmaram que irão economizar. Apesar das dívidas, a situação financeira melhorou para 47,3% dos consumidores. Para 27,3% deles, a melhora está relacionada ao aumento da renda. Para 20%, o motivo é estar mais estável no emprego. Além do endividamento, a pesquisa também apontou que a maioria (52,56%) dos consumidores da capital não faz nenhum tipo de aplicação financeira. Entre os 47,43% que fazem, a poupança é a aplicação preferida (23%), seguida da previdência privada (8,12%).    Renda comprometida Principais dívidas: Financiamento de carro: 19,4% Prestação da casa própria: 11,21% Cheque especial: 6,47% Empréstimo em banco ou financeira: 4,74% Crédito consignado: 2,59% Empréstimos para terceiros: 1,72% Destino do 13º: Pagamento de dívidas: 41,1% Economias: 33,05% Compra de presentes: 12,29% Viagens: 9,75% Compra de roupas: 3,81% Não sabem: 2,97% Fonte: Pesquisa da CDL-BH com 404 entrevistados 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave