Mineiro alcançou 1,1 mi de views

iG Minas Gerais | ANDERSON ROCHA |

Para fazer sucesso, o vídeo tem que ser despretensioso, curto e, de preferência, amador. “Se quer coisa muito bonitinha, a pessoa vê filme, novela”, acredita o ator mineiro Lindsay Paulino, 30, criador da personagem Rose, a doméstica especializada no atendimento ao público homossexual que conquistou mais de 1,1 milhão de acessos no YouTube.   Para ele, embora existam casos de produção profissional que fazem sucesso, como o “Porta dos Fundos”, os vídeos espontâneos e feitos “em casa” tendem a vingar mais. “As pessoas não têm paciência de ver gravações longas”, acrescenta. No caso de Rose, Paulino fez o vídeo para seus amigos assistirem, há três anos. E ele credita o sucesso ao público gay, que é “muito organizado e forte na internet”. Teatro em BH. Rose foi criada para o teatro em 2005, e é inspirada nas mulheres da cidade do ator, Montes Claros, no Norte de Minas. No vídeo de maior sucesso, “Grelo”, gravado no apartamento do ator, Rose “canta” a relação entre ela e os patrões gays, em uma paródia à música “Halo”, de Beyoncé. Agora, “Rose, a doméstica do Brasil” será apresentada no teatro em novembro, nos dias 15, 16 e 17 (Teatro Alterosa), e nos dias 22, 23 e 24 (Teatro da Biblioteca). Sextas e sábados às 21h e domingos às 19h. (AR) Mais vistos Web. Em 2012, entre os vídeos mais vistos pelo YouTube no Brasil estavam Gangnam Style, do rapper Psy, e Para Nossa Alegria. O famoso “Charlie Bit My Finger” é um dos mais vistos no mundo.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave