Dilma repete Lula de 2005 e prioriza visita à terra de rival

Presidente marca presença em Minas pela oitava vez só neste ano, como Lula fez em São Paulo,

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

Antonio Cruz / Agência Brasil
Prioridade. O número de visitas de Dilma Rousseff a Minas Gerais indica a preocupação com Minas
A presidente Dilma Rousseff (PT) desembarca pela oitava vez em Minas, somente neste ano, trazendo na bagagem as mesmas estratégias usadas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando entrou em campanha para tentar sua reeleição. A exemplo do que fez Lula em 2005, Dilma tem intensificado suas agendas em locais estratégicos de olho nos adversários que vai enfrentar no ano que vem. Minas aparece mais forte no mapa eleitoral com a presença do senador mineiro e presidenciável Aécio Neves (PSDB). Em 2005, Lula esteve por nove vezes em São Paulo, reduto eleitoral de seu adversário no ano seguinte, o então governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB). Das nove visitas oficiais, Lula esteve por duas vezes na capital paulista (em julho e agosto). No interior, os destinos escolhidos foram Assis, Araraquara, Santo André, Diadema, Taubaté, Hortolândia e Campinas. Nessas cidades, o petista inaugurou e visitou obras e fábricas, entregou unidades habitacionais e cartões do programa Bolsa Família e ainda lançou dois programas nacionais: a Política Nacional do Esporte e o Programa Nacional de Nanociência e Nanotecnologia. Dilma não fica atrás. Desde o início do ano, além das três visitas a Belo Horizonte (em uma delas a presidente esticou a agenda até Ribeirão das Neves, na região metropolitana), esteve ainda em Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, Varginha e Itajubá, no Sul de Minas e São João del Rei, no Campo das Vertentes, que é reduto político da família de Aécio. Nessas agendas, Dilma também inaugurou fábricas e o Centro Cultural Banco do Brasil, anunciou o PAC Cidades Históricas, entregou moradias do programa Minha Casa, Minha Vida, participou de formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e participou de um evento em comemoração aos dez anos de governo do PT. Outra estratégia do ex-presidente, repaginada por Dilma, é conceder entrevistas a rádios durante suas visitas. Se Lula preferia ser ouvido por âncoras de grandes emissoras, Dilma optou pelo contato com rádios locais. Foi assim, por exemplo, nas visitas a Varginha, São João del Rei e Itajubá. Disputa. Dilma e Aécio vão disputar um eleitorado de 15 milhões de votos. Nas eleições de 2006, quando reeleito, o tucano obteve 7.482.809. Quatro anos mais tarde, seu eleitorado cresceu em cerca de 80 mil votos, na disputa ao Senado. Já Dilma conquistou 5.067.399 votos no primeiro turno das eleições de 2010, e um milhão de votos a mais no segundo turno.   Os oito momentos de Dilma em Minas Maio Belo Horizonte e Ribeirão das Neves - Evento dos dez anos de governo do PT entrega de moradias do Minha Casa, Minha Vida  Uberaba - Expozebu Agosto Belo Horizonte - Evento de inauguração do CCBB e formatura do Pronatec São João Del Rei - PAC Cidades Históricas Varginha - Inauguração do campus da Unifal na cidade Setembro.  Uberlândia - Formatura de alunos do Pronatec Outubro Itajubá - Inauguração de fábrica Belo Horizonte - Formatura de alunos do Pronatec e inauguração de escola infantil (Umei)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave