Jovem surta ameaça gerente e mantém menor em cárcere privado em Divinópolis

Gerente foi atacado com uma faca, mas conseguiu se soltar; funcionário manteve refém dentro de uma sala e só o libertou com a presença do GATE

iG Minas Gerais | ALINE DINIZ |

Um jovem de 20 anos sofreu um surto  e fez um colega de trabalho refém e tentou agredir o gerente do estabelecimento com uma faca, na manhã desta quarta-feira (23), em Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas Gerais. Segundo a Polícia Militar (PM), Hayslan Michael de Faria chegou calado na empresa e disse que iria se despedir dos colegas. Em seguida, ele pegou uma faca e agarrou o gerente. Entretanto, o homem conseguiu se soltar, saiu da empresa e chamou a PM. Faria, então, se apoderou de uma faca e levou um adolescente de 17 anos para dentro de uma sala. O jovem manteve a faca no pescoço da vítima e não a largou. O suspeito disse que iria assassinar o menino e depois se matar. O psicólogo da PM foi até o local, mas não conseguiu convencer o jovem a libertar a vítima. Diante disso, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e um helicoptero da corporação de Belo Horizonte foram acionados. Logo depois do meio dia, os agentes obtiveram êxito e a vítima foi libertada. O gerente contou aos militares que Hayslan trabalha há cinco anos na empresa e se portava como um bom funcionário. Há seis meses, ele sofreu um acidente de motocicleta e passou a ter Síndrome do Pânico, o que pode ter motivado o ataque. Em uma conversa com os policiais, o suspeito relatou que já havia planejado seu suicídio. O adolescente e o suspeito foram levados ao pronto-socorro regional, depois  Hayslan  foi encaminhado para a delegacia. A empresa fica na rua pitangui, no bairro Padre Libério. Militares do Corpo de Bombeiros e da PM isolaram a área durante as negociações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave