Advogado fuzilado no bairro Castelo será sepultado nesta quarta-feira

Polícia Civil está com imagens das câmeras de segurança do prédio, que podem ajudar nas investigações

iG Minas Gerais | ANA CAROLINA CAETANO |

JOAO GODINHO / O TEMPO
CIDADES : BELO HORIZONTE - MG - FONSECA COUTINHO - CASTELO . ADVOGADO MORTO COM VARIOS TIROS DE FUZIL , QUANDO CHEGAVA EM CASA, Foto Joao Godinho / O Tempo 22/10/20133
Está marcado para começar às 14h30, no Cemitério Bosque Esperança, no bairro Jaqueline, na região Norte de Belo Horizonte, o sepultamento do advogado Jayme Eulálio Oliveira, de 37 anos. Ele foi executado com pelo menos 30 tiros na noite dessa terça-feira (22), no bairro Castelo, na região da Pampulha, na capital. A vítima foi morta quando chegava em seu apartamento, localizado na rua Cecília Fonseca. Segundo a Polícia Militar, um Pálio Weekend de cor escura já esperava por Oliveira na porta do imóvel. De acordo com amigos do advogado, ele não tinha relatado que estava sendo ameaçado. Policiais realizaram rastreamento na região, mas nenhum suspeito foi localizado. As investigações estão a cargo do delegado Rodrigo Bocci. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil (PC), as imagens das câmeras de segurança do prédio e estabelecimentos próximos podem ajudar nas investigações do caso. Ainda segundo a corporação, nenhuma informação será divulgada para que não atrapalhe na conclusão do caso. Boatos.  Horas após o crime, alguns boatos davam conta que o fuzil utilizado para matar o advogado poderia ser o mesmo que foi furtado do 36º Batalhão de Polícia Militar na última semana. Entretanto, a PC não confirma a informação. Outra hipótese levantada é que o atirador poderia ser um cliente insatisfeito com o trabalho de Oliveira. A possibilidade também não é confirmada pela polícia.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave