Dilma e Lacerda demonstram sintonia e trocam afagos

Presidente e prefeito, que, agora, estão em lados opostos do processo eleitoral, voltam a se aproximar

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda e Tâmara Teixeira |

JOÃO GODINHO
Dilma Rousseff e Marcio Lacerda trocaram elogios e abraços na inauguração da Umei
A visita de Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (23) a Belo Horizonte deixou clara a estratégia da petista de mostrar o seu alinhamento com o prefeito da capital, Marcio Lacerda (PSB). O socialista é colega de partido do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, provável adversário da presidente na disputa pelo Palácio do Planalto em 2014 e responsável pela decisão de devolver os cargos da legenda ao governo federal. Durante sua passagem pela cidade, Dilma não poupou elogios a Lacerda e à sua gestão na prefeitura, em sua oitava viagem ao Estado neste ano. Na inauguração da Unidade Municipal de Ensino Infantil (Umei) Vila Clóris, na região Norte da capital, a presidente chamou Lacerda de “grande parceiro”. “Fiquei bastante impressionada com o projeto dele de PPP (Parceria Pública Privada). Achei extremamente interessante essa formatação. Acho muito criativa. Vai melhorar bastante a gestão. A gente tem que divulgar boa práticas”, disse a petista. Dilma chegou a elogiar até o modelo de berço adotado pelo município. “Se eu tiver outro neto, vou copiar o berço. Uma gracinha”, brincou. No encontro, os dois chegaram a cochichar ao pé do ouvido em alguns momentos. Esse foi o primeiro encontro, após as eleições municipais do ano passado, em que Dilma e Lacerda mostraram maior sintonia. Isso porque em 2012, PT e PSB romperam na capital e o prefeito, tendo como padrinho o senador e presidenciável Aécio Neves (PSDB), enfrentou o petista Patrus Ananias, que tinha apoio do governo federal. Antes de ouvir os elogios, o prefeito fez questão de demonstrar sua proximidade com o PT e lembrou que o projeto das Umeis teve início na gestão ex-prefeito, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e pré-candidato ao governo de Minas em 2014, Fernando Pimentel. A quem ele se referiu como “amigo”. Futuro . Na cerimônia de formatura de 2.276 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), Dilma focou a educação. Segundo a petista, os recursos para investimentos já estão garantidos com a destinação de 75% dos royalties do pré-sal para a educação. Mas disse que a sociedade precisará cobrar a aplicação dessa verba. “A boa notícia é que esse dinheiro já existe, mas vocês vão ter que ficar de olho nele. Mas basta ter dinheiro? Não. É preciso ter vontade política de melhorar a educação do país e compromisso com o professor”, salientou. Dilma foi enfática ao ressaltar que, se depender dela, vai continuar oferecendo cursos profissionalizantes. “É um programa que veio para ficar”. Nessa segunda agenda na capital, Dilma e Lacerda foram vaiados por uma pequena parte dos formandos do Pronatec. Ao fim do evento, ela não falou com a imprensa. “Hoje vai ser só beijinho, beijinho, tchau, tchau”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave