Chelsea ganha com dois gols de Fernando Torres e lidera grupo E

O time inglês chegou aos mesmos seis pontos do Schalke 04, mas leva vantagem nos critérios de desempate

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Site oficial/Divulgação
Jogadores do Chelsea comemoram vitória arrasadora sobre o Schalke 04
O técnico português José Mourinho optou por deixar o camaronês Samuel Eto'o no banco de reservas, escalando Fernando Torres como titular. E a aposta deu certo. O atacante espanhol fez dois gols na vitória do Chelsea sobre o Schalke, por 3 a 0, nesta terça-feira, em Gelsenkirchen, na Alemanha, pela terceira rodada do Grupo E da Liga dos Campeões da Europa - o belga Hazard marcou o outro. Com a importante vitória na Alemanha, o Chelsea assumiu a liderança do Grupo E da Liga dos Campeões. O time inglês chegou aos mesmos seis pontos do Schalke, mas leva vantagem nos critérios de desempate. A chave ainda tem o Basel em terceiro lugar, com quatro pontos, e o Steaua Bucareste na lanterna com apenas um - os dois empataram por 1 a 1, também nesta terça-feira, na Romênia. Depois de uma surpreendente derrota em casa para o Basel na estreia, o Chelsea já conseguiu se recuperar no Grupo E. Goleou o Steaua Bucareste por 4 a 0 na rodada passada, na Romênia, e voltou a vencer nesta terça-feira, com os 3 a 0 sobre o Schalke. Para ganhar na Alemanha, o time inglês contou com o gol de Fernando Torres logo aos cinco minutos, o que facilitou as coisas. Os outros dois gols em Gelsenkirchen saíram no segundo tempo. Fernando Torres, um atacante que chegou com muita fama ao Chelsea em 2011 e nunca conseguiu ter grande destaque, voltou a marcar aos 24 minutos. Depois, já aos 42, Hazard fechou a vitória para o time inglês, que teve os brasileiros Ramires e Oscar como titulares nesta terça-feira - David Luiz entrou no final. No outro jogo do dia pelo Grupo E, o Basel desperdiçou boa chance de chegar aos mesmos seis pontos de Chelsea e Schalke, o que embolaria a disputa pela liderança. Mesmo jogando na Romênia o time suíço saiu na frente com o gol do chileno Marcelo Diaz, aos três minutos do segundo tempo. Mas o Steaua Bucareste buscou o empate já aos 43, quando o brasileiro Leandro Tatu fez 1 a 1.

Leia tudo sobre: futebol internacionalchelseabluesliga dos campeões