América quer colocar entre oito e 10 mil torcedores no Independência

Diretoria do Coelho vai lançar promoção para encher o estádio nos dois próximos jogos do time pela Série B

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

DENILTON DIAS / O TEMPO
Mais uma vez, americanos compareceram em pequeno número no Independência
Apesar da campanha apenas regular como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro, em 15 jogos, o time obteve quatro vitórias e oito empates e sofreu três derrotas (aproveitamento de 44%), a diretoria do América espera contar com o apoio da torcida para incentivar os jogadores a superar o Paysandu e o ASA-AL e tentar chegar ao G-4 da competição. Para isso, o clube está anunciando um pacote de promoções que, segundo Marcus Salum, integrante do Conselho de Administração do América, visa levar ao estádio entre oito e 10 mil torcedores nas próximas duas partidas. “Vamos apresentar um projeto até quarta-feira. Abaixaremos os preços dos ingressos e faremos outras promoções. Estamos indo para uma ‘mobilização de guerra’ e queremos contar com o apoio de todo mundo”, afirmou Salum. O dirigente lembrou a mobilização feita em 2010, no jogo em que o América venceu o Sport por 2 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e praticamente garantiu a vaga na Série A do ano seguinte. Naquela ocasião, cerca de 10 mil torcedores compareceram ao estádio para incentivar o Coelho no confronto contra o Leão. "Seis pontos nos próximos dois jogos podem nos colocar no G-4. Então vamos lá dar a nossa contribuição para ajudar o América a alcançar o seu objetivo", ressaltou Salum. Jogando na Arena Independência, o maior público do América como mandante na Série B foi registrado no empate em 1 a 1 com o Palmeiras, em partida válida pela 22ª rodada da competição. 6.431 torcedores pagaram ingresso naquela oportunidade. "Nós empatamos oito vezes em casa e perdemos três. Se for na mesma toada, o final do filme já conhecemos. Então temos que nos mobilizarmos para colocarmos o torcedor lá com bandeira, com camisa e pagando pouco. Quem quiser ir o estádio estará aberto. Vamos fazer força para colocar o América na Primeira Divisão”, ressaltou Salum.  

Leia tudo sobre: americacoelhoindependenciatorcidapromocaoserie bfutebol