Os benefícios da ‘gordurinha’

Por outro lado, para o técnico Marcelo Oliveira, equipe não pode ficar na “zona de conforto”

iG Minas Gerais | Bruno Trindade Débora Ferreira |

DENILTON DIAS /O Tempo
Centrado. Para Marcelo Oliveira, a vantagem é importante, mas a equipe não pode se acomodar e precisa corrigir erros
Ninguém entra em campo para perder uma partida de futebol. Porém, o Cruzeiro de 2013 adquiriu esse “direito” pela ótima campanha realizada na competição. Mesmo com a oscilação apresentada pela equipe nos últimos quatro jogos – quando não atuou bem e acumulou três derrotas e uma vitória – a Raposa mantém-se mais líder do que nunca, com nove pontos de vantagem para o vice-líder, o Grêmio. A “gordura” adquirida pelo clube estrelado na atual edição da disputa tem evitado que os adversários ameacem a liderança estrelada, o que chegou a ocorrer na temporada de 2003. Na campanha que resultou na conquista da Tríplice Coroa, os cruzeirenses também mostraram uma oscilação semelhante com a deste ano quando estavam em primeiro. No entanto, naquela ocasião, os tropeços da equipe resultaram na queda para o segundo lugar antes da arrancada para o título dos mineiros. Por isso, os atletas da Raposa sabem que este não é um momento para desespero e, sim, para corrigir os erros e recuperar o bom futebol que levou o time estrelado a se tornar um adversário a ser batido e o líder incontestável do Brasileirão. O técnico Marcelo Oliveira ressaltou a vantagem obtida pelo Cruzeiro no decorrer a competição e também destacou a dificuldade do campeonato. “Faltam oito rodadas. Temos nove pontos (de vantagem). Não sei quantas vezes isso aconteceu na era dos pontos corridos. Todo jogo é difícil, e para o Cruzeiro vai ser também. Temos um aproveitamento dentro de casa extraordinário, e temos que continuar assim. Não tem acomodação ou zona de conforto. Temos que trabalhar forte”, declarou Marcelo, após a derrota por 2 a 1 para o Coxa. O treinador afirmou ainda que está na hora de a equipe celeste voltar a mostrar o seu melhor futebol. “Nos preparamos para ganhar sempre. A gente treina, faz reparos, analisa o adversário para fazer o melhor trabalho. Temos que voltar a vencer e vencer bem. O caminho está traçado e temos que encurtar esse caminho passo a passo”, disse Marcelo Oliveira. O meia-atacante Ricardo Goulart lamentou a derrota para o Coritiba e disse que a vantagem obtida será usada neste momento, mas que a equipe quer se recuperar o mais rápido possível para voltar a vencer. “Infelizmente (a derrota) não era o resultado que a gente queria. Tem vez que a gente vai jogar e a vitória não vai vir. Nosso objetivo ainda está em mente, temos uma vantagem que vai ser usada. Vamos ter tranquilidade”, afirmou   Retomada Treinos. Depois da segunda-feira de folga, os jogadores do Cruzeiro se reapresentam hoje à tarde, na Toca da Raposa II. Após um mês, a equipe não tem jogos no meio da semana e ganha mais tempo para treinar..

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave