Cinco meses sem bandeira e camisa

iG Minas Gerais |

As torcidas cruzeirenses Máfia Azul e Pavilhão Independente estão proibidas de entrar nos estádios brasileiros com camisas e materiais que identifiquem as organizadas. A medida educativa foi determinada pelo Ministério Público (MP) e é válida por cinco meses. Em reunião ontem, representantes das torcidas, órgão de segurança e o promotor Edson Antenor Lima Paula discutiram os últimos atos de violência envolvendo as organizadas, que alimentam uma rivalidade entre si. Para determinar a punição, foram levados em considerações as ocorrências nos jogos do Cruzeiro contra Flamengo e São Paulo, no Mineirão, e contra o Atlético, no Independência. Em todas as partidas aconteceram desentendimentos entre as duas organizadas. Até 20 de março de 2014, a Pavilhão Independente e a Máfia Azul não poderão levar aos estádios bandeiras, instrumentos de bateria, charanga, faixas, bandeirão ou caixotes. (Thiago Nogueira)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave