Índia de 15 anos grávida é esfaqueada pelo marido em tribo no interior de MG

Crime aconteceu na aldeia indígena Maxakali; suspeito não foi localizado

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma índia de 15 anos está internada em estado grave em um hospital de Teófilo Otoni, no Vale do Jequitinhonha, após ser esfaqueada pelo marido nessa segunda-feira (21). O casal é da tribo Maxakali e, durante as agressões, a vítima entrou em trabalho de parto. De acordo com a Polícia Militar da cidade, o crime aconteceu na aldeia indígena de Cachoeira, no distrito de Topázio. A adolescente D.M contou aos militares que o marido, André Maxakali, de 18, chegou em caso embriagado e, durante uma discussão, pegou um facão e começou a desferir golpes contra ela, que ficou ferida na cabeça e barriga. A vítima entrou em trabalho de parto, foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Topázio, mas, devido à gravidade dos ferimentos, ela foi encaminhada para o hospital da cidade vizinha. A garota e a criança estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de hospital Santa Rosália. O suspeito ainda não foi localizado.

Leia tudo sobre: índiamaxakalifacadas