Caminhões podem ter rotativo

iG Minas Gerais |

Enquanto o projeto para restringir as entregas de caminhões ao período noturno é estudado para a capital, a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) deverá implantar, até o ano que vem, um modelo de estacionamento rotativo exclusivo para esses veículos.   A previsão inicial do projeto era entrar em prática no próximo dia 11 de novembro, quando seriam feitos os primeiros testes no hipercentro da cidade. Porém, a BHTrans adiou a data para concluir estudos de viabilidade da proposta, que ainda não tem custos definidos nem data certa para implantação. Na prática, o projeto irá selecionar 600 dos 1.100 pontos de carga e descarga da região central da cidade, que serão submetidos ao estacionamento rotativo. Porém, ao invés de usar uma cartela de papel como o rotativo convencional, o tempo que cada veículo poderá ficar estacionado em uma vaga será definido por meio de um aplicativo de celular, que é similar ao usado para alugar bicicletas da Prefeitura do Rio de Janeiro. Pelo modelo carioca, o cliente faz um cadastro na internet e só consegue destravar a bicicleta, para alugá-la por um tempo determinado, após acessar o aplicativo. “Ainda vamos testar a tecnologia, mas a ideia é que o tempo que o caminhoneiro ficar em um ponto rotativo seja monitorado em tempo real. É uma alternativa para o trânsito fluir melhor”, disse. A BHTrans não informou o preço que seria cobrado pelo rotativo de caminhões. (LS) Vagas Aumento. A partir de novembro, a BHTrans vai ampliar a oferta de vagas de estacionamento rotativo regular no Barro Preto. A medida atende reivindicação dos comerciantes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave