Polícia apreende mais de uma tonelada de queijo irregular em São Paulo

Comerciante mineiro foi preso em flagrante e liberado sob fiança; produtos sem informações de origem e data de validade estavam em depósito na região do Brás

iG Minas Gerais | GUILHERME ÁVILA |

ALEXANDRE GUZANSHE / O TEMPO
undefined
Na manhã desta terça-feira (22), a 1ª Delegacia de Investigações sobre Infrações Contra a Saúde Pública (1ª DIISP) apreendeu cerca de 1 tonelada de vários tipos de queijo em São Paulo. Os produtos estavam em situação irregular estocados em um depósito não regularizado na Rua Visconde de Parnaíba, região do Brás. O comerciante mineiro D.B.S., de 31 anos, foi preso em flagrante por crime contra as relações de consumo, mas pagou fiança de dois salários mínimos para ficar em liberdade.   Durante a vistoria policial o proprietário do depósito alegou que os queijos foram produzidos artesanalmente em Minas Gerais. Ao verificar uma câmara fria, os policiais da 1ª DIISP encontraram uma grande quantidade de queijos sem informações de origem, data de validade, rastreabilidade ou registro no Serviço de Inspeção Federal (SIF) e no Serviço de Inspeção do Estado de São Paulo (SISP).    Havia caixas de queijo meia cura, defumados, provolone, tipo trança, queijo palito, temperado, fresco, tipo Minas e outros, totalizando aproximadamente de 1 tonelada e 200 kg. Os produtos foram apreendidos e serão periciados e destruídos, caso sejam impróprios para consumo. Um inquérito foi aberto pela 1ª DIISP para investigar a comercialização irregular de queijos e laticínios no atacado da capital paulista.   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave