Ciência sem Fronteiras tem vagas abertas para graduação sanduíche em 20 países

A bolsa concedida aos selecionados custeará a permanência do aluno por até um ano para estudos em tempo integral; inscrições estão abertas até 29 de novembro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

ALEX DE JESUS/O TEMPO
Cidades - Fachada reitoria UFMG Campus Pampulha em Belo Horizonte MG, e a segunda instituicao a enviar estudantes para o exterior , para participar do programa Ciencia sem Fronteiras . Foto: Alex de Jesus/O Tempo 21/08/2013
Até o dia 29 de novembro estarão abertas as inscrições para quem quer concorrer a uma bolsa para graduação sanduíche do Programa Ciência sem Fronteiras em 20 países. O edital de cada país está no site do programa. As inscrições estão abertas para cursos no Reino Unido, na Bélgica, no Canadá, na Holanda, Finlândia, Austrália, Nova Zelândia, Coréia do Sul, Espanha, nos Estados Unidos, na Alemanha, França, Itália, Suécia, Noruega, Irlanda, China, Hungria, no Japão e na Áustria. O Ciência sem Fronteiras foi lançado em 2011 com a meta de conceder 101 mil bolsas até 2014. Para se inscrever é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota igual ou superior a 600 pontos, apresentar teste de proficiência no idioma aceito pela instituição de destino e ter cumprido no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo do curso de graduação. A bolsa concedida aos candidatos selecionados custeará a permanência do aluno por até 12 meses para a realização de estudos em tempo integral. Os estudantes também terão auxílio-instalação, seguro-saúde, auxílio-deslocamento para aquisição de passagens aéreas e auxílio-material didático.